TRABALHADORES DA OBRA DA ARENA ELEGEM CIPA

Os trabalhadores da Porto Belo na obra da arena fizeram valer o seu direito e elegeram hoje (25), os companheiros da CIPA para mandato 2020/2021. O Sintricom esteve presente e acompanhou de perto todo o processo que contou com a votação de 94 companheiros.


Esse ano a atuação dos cipeiros em parceria com o nosso Sintricom fez a empresa mudar e adotar procedimentos para prevenção da COVID-19.

“Uma CIPA forte é a garantia de que os direitos dos trabalhadores serão respeitados e principalmente uma maneira de preservar a vida de quem sai de casa pra ganhar o pão e merece voltar sem nenhuma lesão ou até perder a sua vida. Parabéns aos trabalhadores e aos eleitos”, disse o presidente Marcelo Rodolfo.
Infelizmente, a construção civil está entre os setores com maior número de acidentes. Por isso, seu objetivo é prevenir acidentes no trabalho e promover a saúde e a integridade física dos trabalhadores.
Além dos seis representantes eleitos hoje, há também aqueles nomeados pela empresa. Parabéns aos eleitos, confira a lista:


Titulares:
• Antonio Marcos – 1º efetivo
• Francisca Thaislandia – 2ª efetiva
• Francisco Adriano – 3º efetivo

Suplentes:
• Eduardo Sabino – 1º suplente
• José Carlos Pinheiro – 2º suplente
• José Reginaldo Lira – 3º suplente

SOBRE A CIPA
É regulamentada pela legislação brasileira através da CLT – Consolidação das Leis de Trabalho e pela Norma Regulamentadora (Nr5). Leia a íntegra da NR5 acessando esse link: http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/nr5.htm

TRABALHADORES APROVAM PAUTA DE CAMPANHA SALARIAL NA REVAP

O presidente do Sintricom, Marcelo Rodolfo esteve ontem (24) na Revap para decidir com os trabalhadores os rumos da campanha salarial 2020. Deu panorama da reunião realizada ontem com as empresas NM, Propav, Alvares, Vital, Hebert, Global, Potencial, Falcão Bauer, Niplan e ESVJ e enfatizou que não irá permitir a retira de direitos, conquistados com muita luta e esforço da categoria.

Na negociação, as empresas argumentaram que cenário de crise por causa da COVID-19, provocou adequações nas escalas de trabalho na Revap, afetando cronograma de serviços, reduzindo faturamento e inviabilizando financeiramente contratos. Justificativa utilizada para propor o congelamento dos salários, redução de percentual de horas extras, redução na ajuda de custo e principalmente mudanças na forma da negociação e do pagamento da PLR, hoje coletiva para individualizada com cada empresa, atrelando o pagamento da PLR ao cumprimento de metas e comprovação de lucros em cada.

Ao final, trabalhadores aprovaram proposta de reajuste de 3% (inflação + aumento real) sobre os pisos e salários praticados em 30 de abril de 2020, PLR de R$ 5.893,56, manutenção de todas as demais cláusulas do acordo coletivo de trabalho, entre outros pontos.

SINTRICOM RETOMA NEGOCIAÇÕES COM AS EMPRESAS DA REVAP E MARCA REUNIÃO PARA ESSA QUARTA-FEIRA

Foto: Cris Cunha

Nesta quarta-feira (23), o presidente do nosso Sintricom, Marcelo Rodolfo, o representante da FETICOM (Federação) e jurídico da entidade tem uma reunião com as empresas para definir o acordo coletivo da campanha salarial desse ano.
A pauta com as reivindicações aprovada em assembleia no dia 9 de setembro já está nas mãos dos patrões que ainda não entenderam que a peãozada tem pressa e que agora o Sintricom voltou a ser “pau na gata”.

Além do reajuste de 5% em todas as cláusulas econômicas, PLR, a proposta entregue também pede a reposição da inflação no período.

A retomada das negociações aconteceu após pedido do Desembargador da 15ª Região de Campinas feito às empresas, que entenderam a importância de pacificar o processo e buscar acordo por meio do diálogo com o atual presidente.
TRABALHADORES PODEM PARTICIPAR DA COMISSÃO - Se você trabalhador quer participar da comissão de negociações entre em contato conosco pelos tels.: 3921-6793/98805-1698.

AGORA É HORA DA MOBILIZAÇÃO!

A data-base da nossa categoria já venceu em maio, mas os patrões continuam querendo ganhar tempo para não fechar o acordo coletivo, situação que prejudica toda a categoria e abre brechas para as empresas participarem dos processos de licitação, que já estão em andamento, com propostas rebaixadas.

Você se lembra que em 2018 teve empresa que ganhou licitação e quis entrar na Revap pagando piso rebaixado, sem PLR e sem outros direitos, mas com a mobilização do Sintricom e dos trabalhadores e com o acordo coletivo assinado nós barramos e colocamos ela pra correr.

Sintricom apoia a campanha Setembro Amarelo

O suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública, tirando a vida de uma pessoa por hora no Brasil, mesmo período no qual outras três tentaram se matar sem sucesso.

O assédio moral no trabalho é uma das práticas que levam muitos dos trabalhadores a desenvolveram quadros de depressão, bipolaridade e até mesmo uso de substâncias químicas, fatores que estão entre os principais causas que levam mais de 12 mil pessoas por ano a cometerem suicídio no Brasil. No mundo, o número ultrapassa 1 milhão de casos.

Além disso, o estresse econômico, a sobrecarga de trabalho e a incerteza sobre a própria subsistência, principalmente nesses tempos onde querem colocar a conta da crise provocada pela pandemia da Covid-19 em cima do trabalhador.

Nós do Sintricom, não aceitamos isso e reafirmamos nosso compromisso em continuar lutando pela defesa dos direitos e por melhores condições de vida para os trabalhadores da nossa base, bem como em todas as outras. Pois, quando a opressão e o desrespeito acontece em uma categoria afeta todas as outras.

O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. As ligações podem ser feitas gratuitamente para o número 188, ou se preferir acesse https://www.cvv.org.br/quero-conversar/

A CAMPANHA SETEMBRO AMARELO

Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina – CFM, organiza nacionalmente o Setembro Amarelo®. Cerca de 12 mil suicídios são registrados todos os anos no Brasil e mais de 1 milhão no mundo. Trata-se de uma triste realidade, que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens.

Estamos reorganizando o nosso Sintricom para que ele seja sempre a Casa do Trabalhador, a sua casa, onde você se sinta amparado e seguro, para juntos lutarmos por melhorias que garantam uma vida melhor para todos.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES! **#SintricomdeLuta#SintricomCasadoTrabalhador#SetembroAmarelo

MARCELO RODOLFO RESTABELECE REPRESENTATIVIDADE DOS TRABALHADORES ESSENCIS COM SINTRICOM

Os laços dos trabalhadores da Essencis (Ecossistema) com o Sintricom são antigos, mas ficaram abalados na gestão do ex-presidente afastado, Ivam Rodrigues.

Mas, essa parceria já foi resgatada na última sexta-feira (11 de setembro), após a conversa do presidente da entidade, Marcelo Rodolfo da Costa com os trabalhadores na sede da empresa.

Além do abandono por parte da antiga diretoria, os trabalhadores também se queixaram das dificuldades encontradas pela empresa no fechamento do acordo para o pagamento da data-base, que por conta disso está atrasada desde maio.

NOVOS TEMPOS
PRESIDENTE DEFINE COM TRABALHADORES PAUTA PARA A CAMPANHA SALARIAL

Apos a conversa franca com os trabalhadores, uma pauta com as reivindicações foi aprovada e será apresentada à empresa.

Entre os pontos principais está a manutenção das cláusulas sociais como: gratuidade no transporte e na alimentação, reajuste salarial, inclusão da PLR na negociação, cesta natalina, entre outros.

REPRESENTATIVIDADE DOS TRABALHADORES NA NEGOCIAÇÃO COM A EMPRESA

Além do diálogo para o fechamento da pauta ficou acertado pelo presidente a participação de dois trabalhadores na mesa de negociações, que foram escolhidos pelo grupo.

ASSEMBLEIA COM TRABALHADORES DA MRV


O presidente do Sintricom, Marcelo Rodolfo e o ex-tesoureiro, Jorginho estiveram hoje (11) conversando com trabalhadores na obra da empresa MRV no Parque Interlagos comunicando as mudanças na administração da entidade e deixando claro, que “os tempos de Sindicato amigo do patrão” acabaram e que agora não vamos mais permitir desrespeito aos direitos dos trabalhadores.


Dessa vez tem supervisor na MRV querendo que a companheirada pague até hora do feriado. A falta de EPIs como luvas, botas e máscaras é outro problema identificado no canteiro. Os trabalhadores também reivindicam o pagamento da tarefa, que até hoje só ficou na promessa.


“Nós valorizamos o diálogo, mas não vamos permitir abusos por parte da empresa, que cobra produtividade, mas na hora de pagar a tarefa e fornecer os equipamentos de segurança, faz de conta que nem é sua obrigação. Se com o ex-presidente afastado e preso, Ivam, a empresa tinha vida mansa, agora não vai ter mais”, disse o presidente Marcelo Rodolfo da Costa.


Mudança de postura


A mudança de postura da direção do Sintricom foi destacada pelo companheiro Jorginho, que enfatizou aos trababalhadores: “Nós viemos para dialogar com os trabalhadores, para dialogar com a dialogar com a categoria, é isso que precisamos ter. Não adianta nada trazer um monte de seguranças para intimidar os trabalhadores, isso aí com certeza não é o nosso perfil”, disse Jorginho.

Sintricom tem novo Presidente!

O Secretário-Geral, Marcelo Rodolfo da Costa assumiu no último sábado (29) a presidência do Sintricom (Sindicato da Indústria da Construção, do Mobiliário e Montagem Industrial de São José dos Campos e Litoral Norte. A posse ocorreu após a determinação do juiz da 5ª Vara do Trabalho de São José dos Campos, que afastou Ivam Rodrigues que tem sua gestão alvo de uma ação civil pública.

Ivam Rodrigues está preso desde a última quinta-feira (27), quando foi detido pela Polícia Federal que investiga denúncias de extorsões e intimidações a empresas e trabalhadores. O afastamento será mantido mesmo que haja o relaxamento da prisão.

Foto; Cris Cunha

Na decisão o juiz garantiu a legitimidade de Marcelo Rodolfo Costa, para ocupar o cargo de presidente da entidade afim de garantir a representatividade da categoria em dissídios e negociações coletivas, bem como garantir o bom andamento das atividades administrativas.

Até o final do mandato que segue até o próximo dia 9 de setembro, uma junta governativa será montada com deliberação conjunta da Justiça, Federação e Ministério Público. Caberá a ela, acompanhar a apuração da situação financeira e de representatividade dos associados, desconhecida considerando a sonegação de informações mantida pelo presidente afastado.

SINDICALIZAÇÂO

Uma campanha de sindicalização será organizada para garantir a participação ampla e democrática de toda a categoria na eleição da nova diretoria.
É o Sintricom voltando a sua função de origem que é defesa dos trabalhadores!

SINTRICOM convoca trabalhadores da base da Revap para assembleia na próxima quarta

Compromisso, diálogo e luta!

O presidente do SINTRICOM, Marcelo Rodolfo da Costa, está convocando os trabalhadores das empresas da base na Revap para uma assembleia nesta quarta (9), às 6h, para tratar dos próximos passos da campanha salarial 2020, que mesmo com a data-base em maio, ainda não havia sido fechada pela gestão do ex-presidente afastado Ivam Rodrigues.

Além do dissídio coletivo que tramita no TRT da 15ª Região, o edital de convocação publicado na edição de hoje (5) do jornal O Vale, trás outros pontos que serão tratados na assembleia como a Ação Civil Pública que levou a prisão do ex-presidente, seu afastamento e deu legitimidade à posse de Marcelo Rodolfo à presidência, decretada pela Justiça do Trabalho de São José dos Campos.

Para o presidente em exercício é preciso também que a categoria apoie e construa com ele, um novo caminho para o SINTRICOM, com diálogo e confiança.

"A categoria já esperou demais e já foi muito penalizada pelas práticas criminosas do ex-presidente Ivam Rodrigues. Precisamos fechar os pontos da campanha salarial desde ano, que já está atrasada e extinguir o dissídio coletivo que foi mal feito e pode prejudicar os trabalhadores. Nosso SINTRICOM tem história de lutas e conquistas. Com o apoio da categoria vamos juntos reconstruir e fazer com que nossa entidade volte a ser a Casa do Trabalhador", disse Marcelo Rodolfo da Costa, presidente do SINTRICOM, desde o último sábado, 29 de agosto.

TRABALHADORES DA ESTRUTURAL APROVAM PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DA PARADA

TRABALHADORES DA EMPRESA ESTRUTURAL APROVAM PAUTA REIVINDICAÇÕES PARA PARADA NA REVAP (FOTO: LUCAS LACAZ)

A proposta de reivindicações para a Parada construída e aprovada hoje (4), em assembléia na Revap com os trabalhadores da Estrutural, pode dobrar o valor pago pela PLR (Participação nos Lucros e Resultados) em 2019 de R$ 1 mil para mais de R$ 2 mil. O teto aprovado foi R$ 5.893,56.
Além disso, o presidente do Sintricom, Marcelo Rodolfo da Costa, que está no cargo desde o dia 29 de agosto, quando a Justiça afastou o ex-presidente Ivam Rodrigues, preso por denuncias de extorsão e ameaças a empresas e trabalhadores, aprovou com os trabalhadores o valor do ajuda de custo mensal de R$ 810,00; e outros itens como verba indenizatória, FGTS, periculosidade. Agora a proposta aprovada com os trabalhadores será apresentada à empresa nos próximos dias.