Contra retirada de direitos, trabalhadores da REVAP entram em greve

Contra retirada de direitos, trabalhadores da REVAP entram em greve

Empresas querem excluir familiares do convênio médico e mudar aviso prévio, hoje indenizado, para trabalhado. Em protesto, trabalhadores decidiram nesta quarta-feira (26) em assembleia com o presidente em exercício do Sintricom, Marcelo Rodolfo, cruzar os braços por tempo determinado.

Cerca de mil trabalhadores votaram pela paralisação até que as empresas assinem a minuta do acordo coletivo com a proposta negociada na terça-feira, durante a rodada de negociações da campanha salarial 2021 realizada por vídeoconferência com o Sintricom.

Apesar dos avanços na proposta do novo acordo coletivo, a tentativa dos patrões em barganhar com a saúde de seus dependentes revoltou trabalhadores e sindicato que decidiram não aceitar nenhuma retirada de direitos.

Uma nova assembleia será realizada amanhã (quinta), às 7h30, na portaria da passarela Dutra.


sintrico