O presidente em exercício do Sintricom, Marcelo Rodolfo e os trabalhadores da Comau do Brasil, aprovaram em assembleia realizada hoje (3), uma pauta com reivindicações. A empresa presta serviços na Bayer, antiga Monsanto, em São José dos Campos.

Entre os pontos em negociação está a consolidação e assinatura do acordo da campanha salarial 2020 e demais cláusulas sociais e econômicas como o pagamento da ajuda de custo, PLR (Participação nos Lucros e Resultados) e o adicional de 30% periculosidade para todos os trabalhadores.

“Nós temos uma ata de compromisso com a empresa para um período. Mas, depois desse tempo, como não temos acordo assinado, passa a valer a Convenção do Sinduscon que tem situações diferentes a que vocês buscam. O acordo coletivo é uma garantia que na próxima data-base a gente pode melhorar ele.”

UNIÃO COM TRABALHADORES

O presidente ressalta a importância da parceria do Sindicato com os trabalhadores. “Quem tem que fazer a frente é o Sindicato junto com os trabalhadores. O compromisso que a gente trás para vocês é não aceitar PLR com valor menor que do que o ano passado e também lutarmos para que a empresa reconheça e pague o adicional de periculosidade“, disse o presidente em assembleia com os trabalhadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *