Quem se ama, se toca! Previna o câncer de mama!

Todos os anos acontece o Outubro Rosa, campanha de prevenção e cuidados contra o câncer de mama. O mês está chegando ao fim, mas os cuidados não. Apesar de ser uma doença que atinge em sua grande maioria as mulheres, estimativas nacionais indicam que 1% dos casos de câncer de mama afeta os homens brasileiros. A cada 100 casos, 1 ocorre no sexo masculino.

Somente este ano, o câncer de mama deve afetar mais de 66 mil mulheres, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer). É segundo tipo que mais acomete brasileiras, atrás apenas do câncer de pele não melanoma. O autoexame é uma das formas de prevenção e deve ser feito já na adolescência.

Apesar de se recomendar que mulheres de 50 a 69 anos façam mamografia de rastreamento a cada dois anos, segundo o INCA, o número de pacientes com menos de 40 anos esse ano deve chegar a cerca de oito mil casos, que corresponde a mais de 12% do total.

Campanha visa alertar sobre a prevenção e autocuidado

A prevenção e o diagnóstico precoce podem salvar vidas, faça o autoexame. Se notar algum nódulo (caroço) no seio ou axila. Vermelhidão ou descamação do mamilo ou da pele da mama. Inchaço irregular, dor, ou secreção em parte da mama, procure atendimento médico.

A FEMAMA é uma organização sem fins econômicos que foi responsável por trazer de forma organizada o Outubro Rosa para o país e tornar a campanha uma data no calendário brasileiro, desmistificando o câncer de mama. Mas 2020 é o ano de ir além da conscientização e partir para a ação. Segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Mastologista, as mulheres reconhecem que a mamografia é o melhor exame para identificar a doença, mas apenas 46,2% delas o fizeram 1 vez ao ano e 27% nunca fizeram. Os fatores são variados: dificuldade de acesso (64,9%), medo de encontrar alguma coisa (54,5%) e até não saber como se detecta (54%).

Criada de forma voluntária pela agência e21, de Porto Alegre, a campanha “3 perguntas que salvam #perguntapraela” vai além das mulheres: busca envolver toda a sociedade e expandir a conversa também para quem está ao seu redor a partir de uma atitude prática fazendo as “3 perguntas que salvam” para as mulheres que amam de verdade:

  1. Você tem observado suas mamas?
  2. Você já marcou seus exames anuais?
  3. Você conhece seus fatores de risco?

No logotipo da campanha, o número 3 ganhou formas de mamas e se tornou um ícone que vai permear tudo que se relaciona a câncer de mama no Brasil. As conversas nas redes sociais estimulam a quebra de tabu do assunto para que as pessoas ao redor das mulheres façam essas perguntas, com foco no diagnóstico precoce – que oferece até 95% de chance de cura –, autocuidado e a busca pelo conhecimento dos fatores de risco da doença.

Para saber mais sobre a doença acesse www.femana.org.br

Outubro Rosa 2020 FEMAMA

#OutubroRosa#sintricomdeluta#prevençãoaocâncer

Sintricom atende trabalhadores da GlobalJet

Trabalhadores da empresa Globaljet, subcontratada da Estrutural, estiveram hoje e ontem à sede do Sintricom de São José dos Campos para buscar atendimento jurídico da entidade nas negociações referente ao acordo de Parada, que acontece na REVAP.  

A principal reivindicação dos trabalhadores é que o acordo de Parada que está sendo negociado com a Estrutural seja o mesmo aplicado aos subcontratados pela Globaljet. Na reunião de hoje participaram da conversa com os trabalhadores os representantes da empresa, Cleison da Silva Loupack e Dayane Freitas.

HOMOLOGAÇÃO NA CASA DO TRABALHADOR!

Trabalhadores e Sintricom exigiram que a empresa faça as homologações no Sindicato e não em um hotel como havia comunicado aos trabalhadores. Além disso, ficou acordado pagamento de adicional de periculosidade de 30% sobre toda hora de exposição, abono indenizatório, ajuda de custo integral para quem trabalhar mais de 16 dias e proporcional para quem ficar na empresa por até 15 dias.

Além de questões sociais como prazo de até 72 horas para registro em CTPS e aprovação do ASO (Atestado de Saúde Ocupacional) e outras questões administrativas.

É o SINTRICOM voltando a ser a Casa do Trabalhador! Juntos Somos Mais Fortes!

SINTRICOM CONSCIENTIZA TRABALHADORES DA IMPORTÂNCIA DA CIPA



AGORA É CIPA!Hoje estivemos conversando com os companheiros da Porto Belo na obra da Arena conscientizando-os da...

Publicado por Sintricom SJC, Vale do Paraíba e Litoral Norte em Sexta-feira, 18 de setembro de 2020



Compartilhe o Sintricom:

Sintricom apoia a campanha Setembro Amarelo

O suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública, tirando a vida de uma pessoa por hora no Brasil, mesmo período no qual outras três tentaram se matar sem sucesso.

O assédio moral no trabalho é uma das práticas que levam muitos dos trabalhadores a desenvolveram quadros de depressão, bipolaridade e até mesmo uso de substâncias químicas, fatores que estão entre os principais causas que levam mais de 12 mil pessoas por ano a cometerem suicídio no Brasil. No mundo, o número ultrapassa 1 milhão de casos.

Além disso, o estresse econômico, a sobrecarga de trabalho e a incerteza sobre a própria subsistência, principalmente nesses tempos onde querem colocar a conta da crise provocada pela pandemia da Covid-19 em cima do trabalhador.

Nós do Sintricom, não aceitamos isso e reafirmamos nosso compromisso em continuar lutando pela defesa dos direitos e por melhores condições de vida para os trabalhadores da nossa base, bem como em todas as outras. Pois, quando a opressão e o desrespeito acontece em uma categoria afeta todas as outras.

O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. As ligações podem ser feitas gratuitamente para o número 188, ou se preferir acesse https://www.cvv.org.br/quero-conversar/

A CAMPANHA SETEMBRO AMARELO

Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, em parceria com o Conselho Federal de Medicina – CFM, organiza nacionalmente o Setembro Amarelo®. Cerca de 12 mil suicídios são registrados todos os anos no Brasil e mais de 1 milhão no mundo. Trata-se de uma triste realidade, que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens.

Estamos reorganizando o nosso Sintricom para que ele seja sempre a Casa do Trabalhador, a sua casa, onde você se sinta amparado e seguro, para juntos lutarmos por melhorias que garantam uma vida melhor para todos.

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES! **#SintricomdeLuta#SintricomCasadoTrabalhador#SetembroAmarelo

Compartilhe o Sintricom: