Confira as dicas do Banco Central para não cair no golpe do ‘dinheiro esquecido’

Confira as dicas do Banco Central para não cair no golpe do ‘dinheiro esquecido’

A informação de que milhares de brasileiros têm dinheiro esquecido nos bancos e vão poder consultar os valores a receber e pedir o saque atraiu os golpistas que estão enviando links falsos para os correntistas para tentar tirar dinheiro  ou acessar as contas e dados. As tentativas de golpe estão sendo feitas por meio de e-mail ou WhatsApp, onde circulam links e informações que prometem consultar e até sacar via Pix valores disponíveis em bancos. É golpe, alerta o Banco Central (BC). 

Para prevenir os brasileiros contra o golpe, o BC colocou em seu portal um anúncio pop-up, aquelas janelas que saltam na tela do computador ou celular, sempre que você visita um site, com o seguinte texto:

Não caia em golpes! O único site para consulta e solicitação no sistema é o valoresareceber.bcb.gov.brNÃO enviaremos links e NINGUÉM está autorizado a entrar em contato com você em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber”.

Depois que o site do BC sofreu um apagão por causa do excesso de consultas, o banco colocou no ar o novo site valores a receber, exclusivamente para a consulta de valores esquecidos em instituições financeiras. A partir do dia 14 os clientes poderão consultar se têm valores esquecidos.

Mas, o dinheiro esquecido nos bancos só começará a ser sacado a partir de 7 de março.

Até lá, fique esperto e confira as dicas do BC para  não cair em golpes.

1) O ÚNICO site para consulta e solicitação desses valores é este: valoresareceber.bcb.gov.br;

2) O Banco Central NÃO envia links NEM entra em contato com os brasileiros para tratar sobre valores a receber ou para confirmar dados pessoais;

3) NINGUÉM está autorizado a entrar em contato com qualquer cidadão em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber;

4) NUNCA clique em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram;

5) NÃO faça qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores. É golpe!

Atenção:

Somente depois de acessar o sistema e somente nos casos em que o cliente pede o resgate e não indica uma chave PIX, o banco que o cliente  escolheu entrará em contato para realizar a transferência.

Mesmo nesse caso específico, essa instituição NÃO pode pedir que você informe seus dados pessoais NEM sua senha.

Como os bancos vão devolver?

Os bancos têm até 12 dias para devolver os valores, a partir da data do pedido do cliente, via PIX. Se a instituição financeira não aderiu ao pagamento por este modelo deve transferir via DOC ou TED, no mesmo prazo.

Alguns bancos oferecem o pagamento diretamente em seus sites e aplicativos, que é dirigido ao site do BC. Outros que não aderiram ao acordo de pagamento com o Banco Central podem oferecer a opção “Solicitar via instituição”, em que o cliente deve solicitar o pagamento diretamente ao banco.

Posso pedir a devolução do dinheiro em nome de outra pessoa?

Para receber valores em nome de outra pessoa é preciso acessar o Fale Conosco do BC e informar a documentação comprovando que você tem procuração para representar essa pessoa. Caso seja comprovado que há valores disponíveis, o banco enviará um relatório informando o procedimento para recebê-los. 

Como verificar se tenho dinheiro esquecido?

A partir do dia 14 siga esse passo a passo:

1: Acesse o site exclusivo para a consulta (clicando aqui). Em seguida, digite o CPF ou CNPJ.

2: Na tela seguinte, irá aparecer a informação se aquele CPF (ou CNPJ) possui ou não valores a receber. Se tiver, o sistema irá informar qual a data que o cidadão pode acessar novamente o sistema para verificar o valor e solicitar a transferência para a instituição financeira da sua preferência, a partir do dia 7 de março.

3: No dia marcado para você solicitar o saque do dinheiro, será preciso ter um cadastro no Gov.br.

Veja como criar sua conta no gov.br para ter acesso ao dinheiro esquecido nos bancos

4: Com o cadastro do Gov.br ativo, é só entrar no site de valores a receber para acessar o sistema, saber o valor disponível e, em seguida, pedir a transferência do dinheiro para o banco onde tem conta.

Atenção: Se você perder a data, terá de gerar uma nova data para saque, ou seja, você volta para o passo 1.

Com informações do site do BC e do RecontaAí.

Replicado de: https://www.cut.org.br/noticias/dinheiro-esquecido-confira-as-dicas-do-banco-central-para-nao-cair-em-golpes-a142


sintrico