Trabalhadores da Parada na UTGCA aprovam proposta de acordo

Trabalhadores da Parada na UTGCA aprovam proposta de acordo

Em assembleia com os trabalhadores da JRM, que farão a parada na UTGCA em Caraguatatuba, o presidente em exercício do Sintricom. Marcelo Rodolfo, aprovou proposta de acordo que prevê pagamento de abono indenizatório de 300 horas para contratos com até 60 dias. Para aqueles que o contrato ultrapassar esse período, haverá opção de receber abono ou aviso indenizado. A proposta também inclui a tabela salarial aprovada para os trabalhadores de rotina e a ajuda de custo.

“O contrato de obra certa é péssimo para nós. Por isso, nós temos que construir um modelo que seja bom. E nós temos capacidade para isso. E nossa mobilização e unidade é a nossa força”, disse o presidente Marcelo.

Unidade Sindical

A importância da unidade na organização sindical para o fortalecimento da luta contra os ataques do governo Bolsonaro contra os trabalhadores foi destacada pelo coordenador da CUT no Vale do Paraíba e Litoral Norte, Zé Carlos dos Condutores e pelo vice-presidente da Feticom, Gilmar Guilhen.

“O Sintricom está sendo resgatado. Nós entendemos que o papel do sindicato é organizar os trabalhadores na luta do dia-a-dia. O sindicato hoje com o companheiro Marcelo e o Jorginho está no Fórum de Lutas e em outras organizações, construindo unidade no movimento sindical. E nós temos a oportunidade de acompanhar e ver que a categoria está sentindo a diferença do que está acontecendo agora”, disse Zé Carlos dos Condutores – coordenador da CUT no Vale do Paraíba e Litoral Norte.

“O que o governo Bolsonaro está fazendo é aproveitar essas medidas provisórias para fazer uma minirreforma trabalhista. Cabe a nós do movimento sindical e os trabalhadores combater. Se acabar com a isenção do tíquete refeição e alimentação, o ano que vem nós vamos ter muita dificuldade de negociar esses benefícios. Nós não podemos deixar nada disso acontecer”, disse Gilmar Guilhen, vice-presidente da Feticom.

A assembleia também contou com o apoio de uma frente ampla de sindicatos ao Sintricom e aos trabalhadores da categoria. Estiveram presentes: o diretor do Sindipetro-LP, Marcelo da Silva; membro do Fórum dos Sindicatos do Litoral e da Corrente Proletária na Educação – Carlos Bruno, o vice-presidente do Sindicato dos Condutores do Vale do Paraíba – Ronaldo Ripa e o presidente do Sindicato dos Papeleiros de Jacareí – Jair dos Santos.


sintrico

Deixe uma resposta