Sintricom flagra trabalhadores em situação precária em Pousada

Sintricom flagra trabalhadores em situação precária em Pousada

O presidente em exercício do Sintricom, Marcelo Rodolfo, flagrou hoje trabalhadores de empreiteiras, que prestam serviços em obras da MRV, vivendo em situação precária em uma pousada de São José dos Campos.

Em plena pandemia, os alojados são obrigados a dividir quartos, tendo que dormir praticamente um ao lado do outro, pois não há espaço físico suficiente para que seja feito distanciamento adequado entre as camas. Além disso, não há guarda-roupas e os poucos armários são insuficientes para todos.

O local não possui cozinha comunitária e nem geladeira para armazenamento de alimentos perecíveis, havendo apenas um bebedouro que não funciona adequadamente (mal saí água). Falta ainda condições para os trabalhadores lavarem suas roupas e colocá-las pra secar, pois a área coberta é pequena, por isso, são obrigados a improvisar. Muitos montam varais no próprio quarto para estender as suas roupas.

Infelizmente, é bom lembrar que no passado a MRV já teve problemas sérios em suas obras por
manter trabalhadores alojados sem as mínimas condições de moradia. Na época após denuncia do presidente do Sintricom, Marcelo Rodolfo, houve fiscalização do Ministério do Trabalho, que obrigou a empresa a assinar um Termo de Ajustamento de Conduta ´para não praticar mais essa situação em seus canteiros de obra.

“Cobramos da MRV a imediata adequação para garantir aos trabalhadores condições
dignas de estadia e o cumprimento do termo de ajustamento de conduta assinado com a justiça», disse o presidente Marcelo Rodolfo.


sintrico