Sem acordo assinado, trabalhadores na Revap ameaçam greve

Sem acordo assinado, trabalhadores na Revap ameaçam greve

O presidente em exercício do Sintricom (Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil e Montagem Industrial de São José dos Campos, Paraibuna, Jambeiro, Monteiro Lobato e Litoral Norte -SP), Marcelo Rodolfo esteve na manhã de hoje (8) na portaria da Revap conversando com trabalhadores das terceirizadas sobre a enrolação das empresas que ainda não entregaram o Acordo Coletivo de Trabalho assinado, referente a Campanha Salarial 2020, cujo a data-base venceu em maio. Caso a situação não mude, uma greve será iniciada na próxima quarta (10 de fevereiro).

E essa postura das empresas: Alvarez e Muniz Engenharia, Comau do Brasil, Engevale Engenharia, Hebert Engenharia, Irmãos Passaúra, Falcão Bauer, Método Potencial, NM Engenharia, ESVJ, que ainda estão com contrato vigente na Revap. Além das que encerraram recentemente suas atividades na planta: Global, Vital e Global Geomática está prejudicando principalmente os trabalhadores no momento da quita, pois as cláusulas econômicas, uma tremenda conquista não estão sendo aplicadas pelas empresas. A PLR (Participação nos Lucros e Resultados) conquistada de R$ 5.893,56 – não está sendo paga.

“Foram horas e horas de negociações onde lutamos duro pela manutenção dos direitos, principalmente pelo pagamento integral da PLR, que os patrões queriam tirar a todo custo. O acordo coletivo de 2020 foi uma tremenda conquista. Combinado não sai caro. Se até amanhã (terça) as empresas não procurarem o Sindicato para assinar o acordo, na quarta é Greve”, disse o presidente em exercício do Sintricom, Marcelo Rodolfo.

COMBINADO NÃO SAI CARO – Os patrões alegam que as negociações ainda não terminaram. Tremenda mentira! Em novembro do ano passado, após várias rodadas e horas de negociações com a participação da FETICOM ( Federação dos Trabalhadores da Construção Civil e do Mobiliário), o acordo foi fechado e aprovado em assembleia com os trabalhadores. Além da PLR de R$ 5.893,56 que deve ser paga até maio desse ano, mas em caso de rescisão deve ser paga na quitação.

Também foram conquistadas a manutenção de todas as cláusulas sociais do ACT 2019-2020 como a obrigatoriedade de que as homologações sejam feitas no Sintricom, ajuda de custo mensal de R$ 810,00, horas extras de 70% (seg a sab) e 100% (domingos e feriados), cesta natalina, folgas, além de outros benefícios.

SINDICATO COBRA GLOBAL GEOMÁTICA SOBRE DESCONTO INDEVIDO — Há empresas como a Global Geomática que descontaram indevidamente os 2,78%, percentual concedido no acordo de 2019, mas que foi considerado abusivo pela Justiça, mas que no acordo atual ficou acertado que não seria devolvido pelos trabalhadores.

Além de não querer assinar o acordo 2020/2021, mesmo tendo participado das negociações, a Global Geomática também descumpriu a cláusula do ACT 2019, que obriga que as homologações sejam feitas no Sindicato. No dia da quita, o presidente em exercício, Marcelo Rodolfo, notificou a empresa do fato e ainda relatou o ocorrido à Ouvidoria da Petrobrás.

Agora, o Sindicato está convocando os ex-trabalhadores da Global Geomática que tiveram esse desconto para que venham à sede da entidade com seus documentos para que ingressem com o pedido de devolução do seu dinheiro.


sintrico

3 comentários sobre “Sem acordo assinado, trabalhadores na Revap ameaçam greve

  1. Marcelo temos que colocá ordem na casa na revap,tá difícil ficha na revap esse pessoal de fora veio tomo as vagas, vem trazendo pessoal de fora,pessoas que está lá no Piauí vem ficha e vai embora com dinheiro e deixa os pais de família da cidade de fora.Tive duas oportunidade de ficha em Cubatão pela Elos e na Reduc pela engevale,mais o sistema pelo sindicato de ambas entidade barro fichamento não deixando ficha vamos luta pelo esse sistema que eles usam ,não é justo que aqui seja fácil pra esse pessoal que vem de fora.

    1. Passei por isso também guerreiro, perdi oportunidade de entrar na Reduc por morar em SJC, mas alguns guerreiros do RJ conseguiram entrar na Revap. Vamos torcer para que o sistema daqui seja mais rigoroso quanto a isso.

Comentários estão encerrado.