Revap encerrou 2020 com recorde de produção de Diesel

Revap encerrou 2020 com recorde de produção de Diesel

Além do recorde de produção de Diesel, a refinaria da Petrobras também teve números expressivos de GLP (gás de cozinha) e o Bunker com baixo teor de enxofre

A Petrobras anunciou recentemente que sua Refinaria Henrique Lage (Revap) fechou 2020 com o recorde anual de produção de Diesel S-10, ao alcançar a marca total de 2.142.717 m³, volume 65% acima dos 1.297.454 m³ produzidos no recorde anterior, em 2018.

Apesar da crise mundial causada pela pandemia pelo novo coronavírus, e levarmos em conta as dez melhores marcas mensais da Petrobras, todas ocorreram no ano passado, com destaque para agosto, com 203,5 mil m³.

“O recorde de produção de Diesel S-10, que possui menor teor de enxofre, acompanha a evolução dos motores de veículos pesados e utilitários movidos a diesel, responsáveis pela maior parte da circulação de mercadorias no território nacional.” disse a estatal no comunicado.

Atualmente, existem no Brasil dois tipos de diesel rodoviário: o Diesel S-500 e o Diesel S-10, mas o S-500 é utilizado apenas por veículos fabricados até 2011.

Além do Diesel, veja outros derivados em destaque em 2020 na refinaria da Petrobras Revap

O GLP (gás de cozinha) e o Bunker com baixo teor de enxofre foram destaques em 2020 na rafinaria Revap. Em função da maior demanda, foram produzidos um total de aproximadamente 1 milhão de m³ de GLP no ano passado, volume 26% superior aos 794 mil m³ alcançados em 2019.

Já o Bunker, óleo combustível utilizado em motores de navios com teor de enxofre de 0,5% e que passou a ser produzido na Revap em julho de 2019, chegou a uma marca de 749 mil m³ em 2020.

A maior refinaria da Petrobras, a Replan, encerra 2020 com recorde de processamento de óleos do pré-sal

Petrobras informou também que a sua maior refinaria, a Replan (Refinaria de Paulínia), enfrentou a crise do petróleo causada pelo Coronavírus e atingiu em dezembro um novo recorde de processamento de óleos do pré-sal, ao alcançar a marca de 10.436.207 m³.

Dentre os óleos do pré-sal processados em novembro na Replan, destacam-se os petróleos Búzios, Sapinhoá, Tupi e Atapu. A produção de óleo da camada pré-sal tem aumentado consideravelmente nos últimos anos e contribuído para o menor processamento de óleos leves importados, pois os óleos do pré-sal são mais leves que os óleos dos campos do pós sal.

De acordo com a Petrobras, além do recorde volumétrico de petróleo pré-sal, a Replan também registrou em 2020 o maior percentual desses óleos em relação à carga fresca processada, com 58,7%. Em 2019, esse índice havia sido de 49,4% na refinaria.

fonte: CPG Click Petroleo e Gás Refinaria da Petrobras Revap encerrou 2020 com recorde de produção de Diesel | CPG Click Petroleo e Gas


sintrico