SINTRICOM APOIA LUTA EM DEFESA DOS TRABALHADORES DA FORD

SINTRICOM APOIA LUTA EM DEFESA DOS TRABALHADORES DA FORD

O presidente em exercício do Sintricom, Marcelo Rodolfo e o ex-presidente do Sintricom, Jorginho, se somam a luta contra a decisão da montadora Ford, em encerrar a produção de veículos no país, provocando a demissão de mais 5 mil trabalhadores, sendo 830 deles empregos diretos na fábrica de Taubaté (SP), Camaçari (BA) e Horizonte (CE). A empresa está presente no Brasil há 103 anos, e alegou “prejuízos” nas operações no Brasil, sendo necessária a reestruturação dos negócios na América do Sul.

A postura da Ford comprova que as Reformas Trabalhistas e da Previdência e todas as medidas implantadas pelos governos de Temer e Bolsonaro sob o comando do ministro Paulo Guedes não contribuíram para geração de empregos, só trouxeram prejuízos aos trabalhadores, buscaram enfraquecer a organização sindical e não foram suficientes para abastecer a ganância das multinacionais.

“O Sintricom é solidário aos trabalhadores que já foram penalizados outras vezes pela ganância da empresa, que recebeu milhões de empréstimos e incentivos do governo federal e estaduais, com o compromisso da manutenção de empregos. Mas, agora mostra total descaso com o Brasil e com o esforço daqueles que ajudaram a construir os 103 anos de história no país”, disse o presidente do Sintricom, Marcelo Rodolfo, ressaltando a importância da mobilização.

“É importante que nós, sindicatos e sociedade como um todo, não aceitemos a decisão da empresa calados. Precisamos pressionar o governo Bolsonaro para exigir a devolução dos incentivos, exigir o cancelamento das demissões ou no mínimo uma indenização que permita aos trabalhadores sobreviverem até conseguir nova ocupação”, conclui o presidente.

AUDIÊNCIA PUBLICA

O deputado estadual Emídio de Souza (PT) e a bancada do PT acertou a realização de uma audiência pública para debater o assunto na Alesp (Assembleia Legislativa), dia 20 de janeiro, às 10h, por vídeo conferência, em função da pandemia da Covid-19 e será coordenada pelo autor e pelo deputado Teonilio Barba.
“Nosso mandato esteve presente à assembleia dos trabalhadores da Ford em Taubaté. Estamos nessa luta e conclamamos toda a sociedade e instituições à mobilização em defesa dos empregos e da manutenção da Ford no Brasil e no nosso Estado”, disse deputado Emidio de Souza.

Trabalhadores aprovam realização de audiência pública em defesa dos empregos

sintrico